Marcado para estrear no Brasil no dia 25 de fevereiro, “Orgulho e Preconceito e Zumbis” é um filme baseado que um livro homônimo que mistura o clássico de Jane Austen com os mortos-vivos que todos nós adoramos ver na TV e no cinema. Em preparação para a chegada do filme, a Sony Pictures realizou uma coletiva de imprensa com alguns dos atores principais da produção, e nós estivemos lá para conversar com eles.

Participaram da conversa Lily James (que interpreta Elizabeth “Liz” Bennet), Bella Heathcote (que vive Jane Bennet), Jack Huston (que fez o papel de George Wickham) e Douglas Booth (que dá vida a Mr. Bingley). Na ocasião, os atores falaram brevemente sobre como foi seu primeiro contato com a proposta do longa, sua impressão sobre a relevância da obra, características dos personagens e a preparação para as cenas de combate.

Da esquerda: Lily James, Douglas Booth, Jack Huston e Bella Heathcote, via conferência por Skype

Fã declarada do livro de Jane Austen, Lily James disse que achou que a ideia de colocar zumbis na história parecia bastante boba quando a ouviu pela primeira vez. Ainda assim, a atriz afirma ter dado uma chance à versão de Seth Grahame-Smith, que inclui os mortos-vivos, e percebeu que a adição foi feita de uma maneira que torna a história divertida e interessante ao mesmo tempo. “Quando li o roteiro, todas as dúvidas foram embora”, completa Booth.

Clássico modernizado

Abordando a relevância do filme nos tempos de hoje, os atores ressaltaram sobre como é interessante ver uma obra em que as mulheres tomam um papel principal, dominam as cenas de ação e acabam salvando a pele dos personagens masculinos. Outro aspecto importante, segundo Lily, é o fato de o longa continuar tendo uma história romântica, já que para ela “histórias de amor sempre serão relevantes”.

Além disso, Booth ressalta como “Orgulho e Preconceito e Zumbis” consegue não somente recontar o enredo imaginado por Jane Austen de uma forma diferente e divertida, mas também fazer isso de forma a atrair um público que jamais se interessaria pela trama clássica. “Quando eu era adolescente, de forma alguma teria ido assistir ao filme original no cinema, mas com certeza iria ver o com zumbis”, pontua.

Já sobre os personagens, os atores demonstraram acreditar que a essência da maior parte deles permaneceu intacta no novo longa, mas pode ser mostrada de uma forma mais direta. “Os conflitos que antes eram internos, agora são externalizados”, explica Booth. “Os personagens estão intactos, mas as ações deles acabam intensificadas porque nessa realidade tudo vira questão de vida ou morte”, complementou Heathcote.

Na opinião de Jack Huston, o seu personagem, George Wickham, foi o que mais se afastou da sua versão original, especialmente por conta de seu envolvimento com a questão dos zumbis. Para Lily James, interpretar Liz Bennet foi muito interessante por conta do fato de ela ser uma mulher forte e independente, que estava muito à frente de seu tempo.

Prontas para a luta

Diferentemente do “Orgulho e Preconceito” original, a versão com zumbis conta com diversas cenas de combate. Para estarem preparadas para esses momentos intensos de ação, Bella Heathcote afirma que as atrizes que fazem as irmãs Bennet treinaram separadamente por um mês e, posteriormente, se reuniram em uma espécie de “acampamento ninja” para trabalhar em equipe.

Durante as cenas de luta, as atrizes afirmam que as saias de seus longos vestidos realmente atrapalhavam bastante, mas outros elementos da vestimenta acabavam ajudando. Os corseletes, por exemplo, davam suporte aos movimentos por ajudarem a manter a postura ereta e firme. Além disso, Lily ressalta que as botas de cano alto também “eram ótimas” e auxiliavam sua movimentação. O resultado agradou a todos os envolvidos.

Animado para conferir o filme "Orgulho e Preconceito e Zumbis"? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: