O IMAX é uma rede de cinemas com salas especiais, projetadas para que o público tenha a melhor experiência possível vendo os filmes nas suas telas gigantes. Algumas novidades no sistema de projeção, no entanto, vão deixar isso ainda melhor.

Recentemente a rede anunciou projetores que vão substituir a geração atual em todas as salas do IMAX pelo mundo — são 11 no Brasil atualmente — e o resultado agradou muito aos sortudos que puderam participar dessa nova experiência.

Esses projetores a laser prometem mostrar detalhes em um nível jamais visto no cinema, alem de corrigir alguns problemas do sistema atual de projeção digital, como a falta de contraste em cenas muito escuras. Segundo o relato de quem participou das primeiras sessões com esse novo sistema, o resultado é incrível.

A pergunta a ser feita é: qual poderá ser o impacto disso para o resto da indústria do cinema? As salas do IMAX são consideravelmente melhores do que as de redes padrão, mas a concorrência tem dado mostras de que quer brigar de igual pra igual com essa empresa. Esse novo projetor a laser pode fazer essa briga ficar ainda mais interessante para o público final.

Corrigindo problemas

Apesar dos projetores digitais serem melhores do que os sistemas de projeção com filmes analógicos em vários aspectos, existem alguns pontos nos quais essa nova tecnologia nunca conseguiu superar o passado. Um desses problemas é o contraste e a exibição das cores em cenas escuras, principalmente se você estiver vendo um filme em 3D.

É possível que você já tenha reparado que, mesmo nos melhores cinemas, as áreas da tela que deveriam ser pretas nunca conseguem atingir realmente essa cor, variando entre cinzas escuros e tonalidades de azul. Outro problema é que, dependendo do modelo do sistema de projeção, a nitidez dos contornos fica visivelmente prejudicada.

Isso tudo piora quando o filme é adaptado para ser exibido em 3D, já que o resultado final acaba ficando mais escuro do que deveria e em muitas cenas noturnas você simplesmente não consegue enxergar 100% do que está sendo mostrado. O projetor a laser do IMAX promete corrigir isso.

Dois projetores juntos

Os detalhes de como essa melhoria é feita são bem técnicos (e nem tudo foi revelado), mas o resultado qualquer pessoa pode notar: segundo os relatos de quem já testou o sistema, as imagens são bem mais nítidas, as cores são realistas, os detalhes de textura e contorno são assustadoramente reais e o contraste finalmente faz juz aos projetores analógicos.

Um dos segredos para isso é que, em cada sala do IMAX, dois projetores vão trabalhar juntos para garantir que em cenas com muitos contrastes entre áreas claras e escuras, um extremo não acabe atrapalhando o outro, como acontece nos projetores tradicionais.

Isso lembra um pouco o efeito da fotografia HDR: separando a exibição dos tons claros e escuros, é possível ganhar mais profundidade de campo, sendo que as paisagens se aproximam muito mais do real. Se você estiver assistindo a um filme em 3D, por exemplo, isso tende a eliminar a perda de detalhes de textura e contorno, tornando a imagem mais agradável mesmo em cenas de ação.

O que isso muda para o cinema?

Se você já foi a uma sala do IMAX, sabe que a qualidade da projeção vai muito além do tamanho gigantesco da tela. Dessa forma, muitas outras redes — Como o Cinemark e o UCI — já têm investido em melhores projetores, salas maiores e tecnologias avançadas para oferecer uma experiência satisfatória para os clientes.

Com esse novo passo dado pelo IMAX, toda a indústria do cinema precisa se adaptar para não ficar muito para trás. O que esses projetores fazem é aumentar tanto a qualidade das exibições, que ver um filme em uma sala sem esse tipo de tecnologia pode perder toda a graça — e isso é bom, já que força a concorrência a avançar.

A Dolby, por exemplo, tem planos concretos para o lançamento de salas especiais — com projeção e som de altíssima qualidade —, para concorrer diretamente com o IMAX. Outras empresas também não devem ficar para trás; se quiserem continuar na corrida, mudanças substanciais precisam acontecer.

Talvez a morte dos projetores digitais tradicionais ainda esteja longe de acontecer — os sistemas de projeção com filmes analógicos, por exemplo, ainda são usados em alguns locais —, mas com essa nova tecnologia o IMAX está elevando bastante o patamar de qualidade que as outras empresas precisam alcançar. Quem ganha com isso é o público.

Cupons de desconto TecMundo: