O filme A Entrevista foi nas últimas semanas o pivô de uma crise internacional, encorajou um ataque hacker ao estúdio que o produziu e gerou algumas ameaças terroristas por parte dos responsáveis pelo ataque, conhecidos apenas como GOP ou Guardians of Peace. Mesmo com tudo isso, a Sony Pictures conseguiu uma parceria com a Microsoft e com a Google, e, desde o dia 24/12, a produção está disponível na Google Play, no YouTube e no Xbox Video.

Usuários desses três serviços podem alugar ou comprar o filme para assistir via streaming, mas isso é possível apenas nos EUA. A Sony ainda não conseguiu fazer a distribuição global, e não há uma data para quando isso deva acontecer. O mais provável é que, com a pressa para se manter no cronograma original, o estúdio não teve tempo para firmar acordos internacionais para o filme.

Além dos três serviços, é possível ver A Entrevista também em um site dedicado a ele, www.seetheinterview.com. Em todas essas alternativas, o aluguel custa US$ 5,99 e a compra fica por US$ 14,99.

Apoio

Google e Microsoft publicaram pronunciamentos oficiais sobre o início da distribuição dos filmes, citando inclusive os serviços de streaming uma da outra. Ambas as companhias explicaram que estão nessa parceria com a Sony Pictures para garantir que o grupo de hackers não consiga censurar nenhum tipo de conteúdo nos EUA, mesmo que ele seja bobo ou que as companhias não o apoiem.

Como não poderia deixar de ser, o filme já pode ser baixado via torrent há algum tempo e, segundo o TorrentFreak, cerca de 750 mil pessoas já fizeram o download ilegal dessa produção cinematográfica.

Cupons de desconto TecMundo: