De acordo com um estudo publicado na Nature Communications, especialistas da Universidade de Tóquio criaram um material que pode armazenar calor e soltá-lo quando o usuário der algum tipo de comando —como uma pressão aplicada, segundo os japoneses.

Um dos exemplos dados que clarificam essa ideia é o asfalto da rua. Já percebeu que, após uma tarde ensolarada, ele continua quente durante o começo da noite? Esse é o calor armazenado. Então, até o final da noite, esse asfalto já vai estar frio. A ideia é controlar quando esse material vai ficar frio, liberando a energia só quando for necessário.

A criação dos especialistas foi chamada de "stripe-type-lambda-trititanium-pentoxide", que nada mais é que uma cerâmica feita de titânio e oxigênio — não aquela da cena clássica de Ghost. De acordo com o estudo, ela absorve calor e não desperdiça ao longo do tempo. Isso significa que a liberação da energia é possível por meio de uma pressão, seja das próprias mãos ou de outro dispositivo.

Gráfico explicativo

Os especialistas torcem para que a indústria comece a utilizar esse material — principalmente as fabricantes de peças e eletrônicos —, já que a economia de energia é praticamente garantida.

Já imaginou uma argila que te esquenta no frio? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: