As vibrações emitidas por construções e materiais rígidos são invisíveis a olho nu, mas podem indicar instabilidade ou dano estrutural dependendo da frequência com que acontecem.

Detectar o problema normalmente requer equipamentos bastante específicos e nada baratos. Entretanto, graças a uma técnica desenvolvida por pesquisadores do MIT, o custo dessas medições pode ser diminuído sem afetar a precisão.

A técnica para “enxergar” as vibrações combina vídeos de alta velocidade e técnicas de visão computacional. O processo envolve quebrar os frames em uma certa frequência e exagerar o movimento dos subpixels.

As medições obtidas em laboratório a partir dessa nova maneira têm uma precisão comparável à de métodos tradicionais, como acelerômetros e vibrometria laser, mas de maneira mais rápida, não invasiva e com o custo muito reduzido.

O relatório completo (em inglês) da técnica desenvolvida pelos pesquisadores pode ser acessado neste link.

Cupons de desconto TecMundo: