O urânio é um metal conhecido por ser o primeiro elemento radioativo a ser descoberto. Apesar de toda radiação ser invisível, existe um certo experimento que consegue demonstrar visualmente como ela funciona, utilizando apenas um pouco de urânio e um recipiente especial – chamado câmara de nuvens.

A câmara de nuvens – ou câmara de Wilson – é uma cápsula selada com vapor de água ou álcool capaz de identificar as partículas subatômicas. O experimento do vídeo abaixo utiliza esse conceito para demonstrar a radiação. Confira:

Mas por que isso acontece?

Além de impressionante, é muito bonito, não? O álcool da câmara é vaporizado e fica condensado na superfície do vidro. Contudo, parte desse vapor ainda continua em forma gasosa e se torna muito instável, podendo se condensar a qualquer momento.

Quando uma partícula é emitida do urânio e passa por essa nuvem de álcool, ele é imediatamente condensado ao redor da partícula, gerando os rastros que observamos no vídeo. Portanto, se você tinha a curiosidade de conhecer os efeitos da radiação de uma forma visual, pôde conferir acima. O que achou?

Cupons de desconto TecMundo: