Você possivelmente já viu algum filme do Homem-Aranha (ou ao menos ouviu falar no personagem). Além de disparar teias, uma de suas habilidades é a de grudar em superfícies e escalá-las, algo que um acessório desenvolvido por cientistas norte-americanos pode permitir a qualquer um que não é dotado de superpoderes futuramente. 

O projeto, feito por pesquisadores da Universidade de Stanford em colaboração com a Agência de Projetos de Pesquisa Avança em Defesa (Darpa, na sigla em inglês) dos Estados Unidos, consiste em duas almofadas de silicone do tamanho da mão e se baseia na aderência das patas de lagartixa a superfícies. Em um primeiro teste, um homem de 70 kg escalou diversas vezes uma parede de vidro de 3,6 metros de altura. 

De acordo com os envolvidos com o projeto, as luvas empregam mesmas forças de atração e repulsão entre moléculas (conhecidas como Forças de van der Walls) ao criar pequenos pontos que fazem uso dela. Com isso, foram capazes de produzir uma adesão que é, inclusive, mais eficiente que a das próprias lagartixas. 

Vale mencionar que, no início deste ano, a Agência de Projetos de Pesquisa Avança em Defesa dos Estados Unidos também demonstrou um aparelho que permitiria que uma pessoa escalasse uma parede de vidro. Porém, os detalhes desse método foram mantidos em segredo, já que ele busca desenvolver formas de escalada inspiradas na biologia com o objetivo de dar aos soldados a possibilidade de se mover verticalmente sem o uso de cordas e escadas.

Cupons de desconto TecMundo: