Todo mundo já sabe que baratas são insetos duros na queda e, por isso, pesquisadores da Universidade Estadual da Carolina do Norte, nos EUA, estão realizando experimentos com essas criaturas para um propósito bastante nobre. Eles estão tentando controlar as baratas com transmissores sonoros para que elas um dia sejam utilizadas para encontrar pessoas presas por qualquer tipo de desastre.

Se um edifício for derrubado, uma barreira deslizar ou qualquer tipo de escombro cair em cima de alguém por conta de algum terremoto, essas “baratas biônicas” ajudariam os bombeiros a resgatar algum sobrevivente. Elas poderiam ser controladas para vasculhar os escombros por dentro e evitar que escavadeiras e outras máquinas fizessem mais danos que benefícios na hora de procurar pessoas nessas situações.

Como você pode ver no vídeo, as baratas são controladas por um transmissor sonoro que consegue dar três comandos a elas. É possível fazê-las se mover para a esquerda, para a direita ou para frente. Isso não é exatamente novidade, já que há várias formas de fazer algo parecido, mas não com tanta precisão.

O projeto ainda está em estágio inicial de desenvolvimento, mas realmente parece uma solução interessante para procurar pessoas soterradas por desastres. O único problema seria o caso de algum sobrevivente não gostar muito desses insetos e se deparar com uma barata biônica na sua frente bem naquele dia em que tudo está indo mal.

Cupons de desconto TecMundo: