Um dos principais problemas na hora de estudar a maneira como pássaros voam é a forma rápida como esses animais batem as suas asas. Como é impossível observar detalhes desses movimentos a olho nu, pesquisadores da Universidade de Stanford começaram a usar câmeras supervolezes para registrar aves em movimento.

O resultado do projeto são vídeos impressionantes, capazes de surpreender até mesmo leigos no assunto. Graças a eles, os estudantes da universidade conseguiram observar novos padrões de voo que até então passavam batidos entre os membros da comunidade científica.

A pesquisa está sendo feita por alunos de engenharia mecânica da instituição, que pretendem usar o conhecimento adquirido em novas tecnologias que beneficiem a humanidade. Entre as ideias cogitadas até o momento está a criação de um pássaro robótico capaz de voar com a simples vibração de suas asas.

Cupons de desconto TecMundo: