Bateria de Zinco-ar (Fonte da imagem: Reprodução/Polish Academy of Science)

Um dos maiores desafios que os cientistas encontram na hora de criar materiais para equipamentos médicos está no fato de que as baterias precisam ser substituídas de tempos em tempos. E isso envolve processos cirúrgicos caros e invasivos, sendo pouco agradável para os pacientes. Técnicas de recarga wireless já foram cogitadas e estão sendo estudadas, mas uma nova possibilidade parece ainda melhor.

Cientistas poloneses estão criando uma bateria de zinco que é capaz de utilizar material orgânico como “biocátodo” — conseguindo, literalmente, fazer energia elétrica a partir do corpo humano. No futuro, isso pode ser usado para ceder energia elétrica para diversos materiais médicos, incluindo marca-passos e olhos biônicos.

Por enquanto, o processo exige uma série de enzimas e nanotubos de carbono, mas estima-se que isso seja aperfeiçoado com o tempo. Será que em alguns anos será possível encontrar esse tipo de biobateria sendo utilizada efetivamente em pacientes?

Cupons de desconto TecMundo: