Ampliar (Fonte da imagem: Reprodução/Hugh Broughton Architects)

A unidade britânica de pesquisa na Antártica inaugura uma nova estação toda moderna para abrigar seus cientistas no continente gelado. A Halley VI, projetada pela empresa Hugh Broughton Architects, consiste de oito módulos interconectados e equipados com longas pernas hidráulicas capazes de movimentar toda a estação pelo solo congelado.

Uma das grandes dificuldades encontradas pelos pesquisadores na Antártica é a manutenção das estações frente às intempéries em condições tão extremas. O gelo ameaça soterrar as cabines, e o movimento das geleiras coloca em risco as estruturas em bases fixas.

AmpliarA semelhança de um módulo da estação Halley VI com um AT-AT de Star Wars (Fonte da imagem: Reprodução/io9)

As pernas retráteis deixam a estação com uma aparência semelhante à dos “AT-AT Walkers” do filme “O Império Contra-Ataca”, os gigantes veículos de transporte e combate das forças imperiais. O modelo britânico utiliza as pernas para erguer a estação e combater a elevação de gelo assim como se deslocar quando o solo não apresenta mais segurança e estabilidade.

Abrigo, comida e parede para escalada

A estação é formada por sete módulos, de cor azul, com quartos e laboratórios que dão abrigo a 50 cientistas. Entre esses módulos há uma grande unidade central, de cor vermelha, que funciona como um núcleo de lazer, recreação e convivência.

AmpliarO módulo central é um lounge para atividades de recreação (Fonte da imagem: Reprodução/Hugh Broughton Architects)

O conceito de agregar as atividades recreativas em um módulo central faz parte da preocupação do programa de pesquisa britânico em cuidar do bem-estar dos cientistas e facilitar a vida em um ambiente inóspito. Entre as comodidades da ala vermelha, há um jardim hidropônico e uma parede para a prática de escalada.

Cupons de desconto TecMundo: