(Fonte da imagem: Reprodução/Engadget)

Cientistas da Universidade Hebraica de Jerusalém desenvolveram um protótipo de óculos que funcionaria como um sistema para ajudar cegos a “ouvir” o mundo de maneira diferente, percebendo melhor coisas que eles não podem enxergar.

A “visão sonar” funciona de forma semelhante ao que acontece com os morcegos; no entanto, aqui uma câmera de vídeo embutida em um par de óculos é a responsável por captar imagens que serão convertidas em sons por um computador ou smartphone. Por fim, os sons são transmitidos por um fone de ouvido.

Durante os testes feitos, depois de aproximadamente 70 horas de treinamento, os usuários foram capazes de identificar com facilidade objetos, rostos, casas, posicionamento de itens e, até mesmo, identificar letreiros individualmente.

Os cientistas foram surpreendidos também com as respostas cognitivas aos testes. Após apenas algumas horas com o dispositivo, a região do córtex cerebral dedicada à visão foi ativada pela primeira vez em pessoas cegas.

Isso demonstra que existe uma possibilidade para médicos “acordarem” regiões do cérebro jamais utilizadas, “mesmo depois de uma vida inteira de cegueira”, segundo a equipe de pesquisa.

Cupons de desconto TecMundo: