(Fonte da imagem: Reprodução/Futurity)

Cientistas dinamarqueses descobriram no fundo dos oceanos uma bactéria com características muito semelhantes às de um cabo de força. Como forma de assegurar sua sobrevivência, o organismo é capaz de formas verdadeiras colônias que usam a eletricidade para transportar e compartilhar nutrientes.

Conhecida como Desulfobulbus, a bactéria vive em meio à lama sulfurosa encontrada no fundo dos oceanos. Apresentando um comprimento de somente alguns milésimos de milímetro, a criatura é capaz de se unir com outras semelhantes e formar correntes de vários centímetros. Assim que a colônia atinge um tamanho aceitável, ela é capaz de estabelecer uma ligação entre a lama e áreas em que há uma maior disponibilidade de oxigênio.

Feito isso, enquanto uma das pontas da corrente fica responsável pela respiração, a outra desempenha o trabalho de coletar alimentos. O mais interessante é o fato de que os nutrientes obtidos são compartilhados por todos os pontos da corrente, gerando benefícios para todas as bactérias que participam dela.

A maneira como elétrons são transportados de um ponto a outro da “corda” faz com que ela lembre bastante a forma como um cabo de energia elétrica funciona. Segundo os pesquisadores responsáveis pela descoberta, o estudo das bactérias pode ter consequências no desenvolvimento de tecnologias futuras, sem especificar exatamente o que poderia ser feito com a novidade.

Fontes: DVice, Futurity

Cupons de desconto TecMundo: