Redes sociais: prazer igual ao sexo e a comer. (Fonte da imagem: Perfect)

Você sabia que a maioria das pessoas dedica de 30 a 40% do que fala durante o dia para informar os outros sobre suas próprias experiências subjetivas? E que esse porcentual chega até a 80% nas redes sociais?

De acordo com neurologistas americanos, as pessoas fazem confidências tão voluntariamente porque falar de si próprio é, em si, um ato com determinado valor, da mesma forma que atividades que geram uma recompensa imediata, como comer ou fazer amor.

O estudo publicado pelos cientistas revela que publicar comentários sobre diferentes temas nas redes sociais libera dopamina, substância química vinculada aos sentimentos de prazer ou a antecipação de uma recompensa.

É por isso que falar sobre si mesmo nas redes sociais provoca um prazer no cérebro semelhante ao obtido com comida e o sexo. O estudo foi publicado na edição de 7 de maio das PNAS (Atas da Academia Nacional de Ciência dos Estados Unidos, sigla em inglês).

Fonte: Band

Cupons de desconto TecMundo: