O Large Hadron Collider (grande colisor de hádrons, em uma tradução livre) ou simplesmente LHC faz parte de um dos experimentos científicos mais discutidos nos últimos tempos. Com aproximadamente 27 quilômetros de extensão, o acelerador de partículas tem a missão de descobrir como exatamente aconteceu o processo que resultou no Big Bang.

Porém, mais importante do que descobrir as origens do universo é responder a seguinte pergunta: o que aconteceria se você colocasse sua mão no feixe de energia do equipamento? É isso o que a equipe do Sixty Symbols decidiu descobrir — e ninguém melhor para esclarecer essa dúvida do que os membros do próprio CERN.

Embora o raio enviado pelo dispositivo seja constituído por um ponto com menos de 1 milímetro, ele contém a mesma quantidade de energia que um avião em movimento. Com isso, quem decidisse interferir com as experiências usando alguma parte do corpo sofreria ferimentos bastante sérios.

Um dos cientistas entrevistados afirma que o problema não é o feixe em si, mas as partículas que são enviadas junto a ele durante a operação do LHC. Caso uma pessoa fosse exposta a elas, mesmo que durante um tempo mínimo, os resultados seriam desastrosos — segundo o pesquisador, em  pouco tempo, o engraçadinho que decidiu colocar a mão onde não devia estaria morto.

Fontes: Sixty Symbols, The Guardian

Cupons de desconto TecMundo: