Luzes misteriosas aparecem no céu durante terremoto no México

1 min de leitura
Imagem de: Luzes misteriosas aparecem no céu durante terremoto no México
Imagem: Twitter/Breaking Weather
Avatar do autor

Misteriosos flashes de luz no céu foram vistos no México na noite de terça-feira (7), durante o terremoto que sacudiu a capital do país e a região de Acapulco, entre outras áreas. O fenômeno logo despertou a curiosidade dos internautas: seria um OVNI, avião ou um "sinal do fim do mundo", como disseram alguns usuários do Twitter?

Até o momento, não há uma explicação oficial sobre as luzes que apareceram no México enquanto a terra tremia, mas um artigo publicado em janeiro de 2014 na GeoScienceWorld pode ajudar a esclarecer os acontecimentos recentes. Na pesquisa, os autores disseram que as "luzes de terremotos" são causadas por propriedades elétricas de algumas rochas.

Ou seja, clarões no céu durante terremotos, como os filmados no México (veja no tweet abaixo), surgem de atividade geológica. Eles ocorrem quando rochas como gabros e basaltos, presentes em diques, canalizam cargas elétricas que são liberadas após uma onda sísmica atingi-las.

"As cargas podem se combinar e formar uma espécie de estado semelhante ao do plasma, que pode viajar em velocidades muito altas e explodir na superfície para fazer descargas elétricas no ar", explicou o coautor do estudo Friedemann Freund, em entrevista à National Geographic na época da publicação do artigo.

Fenômeno registrado em outras ocasiões

De acordo com Freund, o "show de luzes coloridas" é raro, pois precisa de determinadas condições para ocorrer, que estão presentes em apenas 0,5% dos terremotos. O fenômeno é mais comum na Alemanha, França, Itália, China, Grécia e América do Sul, mas também já foi registrado na América do Norte e no Japão.

O especialista do Centro de Pesquisa Ames, da NASA, também disse que os flashes podem surgir durante o tremor de terra e com semanas de antecedência, levando os cientistas a usá-lo como um indicador de terremotos. Além disso, já houve registros das luzes a até 160 km de distância do epicentro do tremor.

Existem relatos desse fenômeno em diversas outras ocasiões, como na China, em 1976, antes do devastador terremoto de Tangshan, que matou mais de 242 mil pessoas. O grande terremoto de 1906 em São Francisco (Estados Unidos) e o abalo sísmico de magnitude 8 em Pisco (Peru), em 2007, são outras ocasiões nas quais as misteriosas luzes foram vistas.