Aneurisma da aorta: teste simples indica se você pode ter o mal

2 min de leitura
Imagem de: Aneurisma da aorta: teste simples indica se você pode ter o mal
Imagem: Plasma sanguíneo. Fonte: Pixabay.
Avatar do autor

A maioria dos acometidos não sabe que possui um aneurisma da aorta até que seja detectado em um exame de scan, ou, no pior dos cenários, até ter essa protuberância na parede de seu maior vaso sanguíneo rompida – o que causa um sangramento interno que pode matar em minutos. No entanto, um simples teste de esticar o polegar na palma da mão pode indicar se você é candidato a sofrer desse mal.

Os pesquisadores, que publicaram um estudo sobre o teste no American Journal of Cardiology, afirmam que identificar portadores do mal silencioso pode salvar vidas. O aneurisma aórtico não possui sintomas – por isso é tão perigoso. O estudo indica que no máximo ele causa algum desconforto, mas a maioria das pessoas não sente nada.

Como fazer o teste

Teste simples que pode detectar protuberância na artéria aorta.Teste simples que pode detectar protuberância na artéria aorta.Fonte:  Daily Mail/Reprodução 

  • Levante a mão como se estivesse mandando alguém parar. Com a palma da mão espalmada, estique o polegar o máximo que puder, na direção do dedo mínimo (figura 1);
  • Se o seu polegar atingir o meio da palma, isso é normal (figura 2);
  • Se o polegar ultrapassar a borda da sua mão (figura 3), os pesquisadores afirmam que pode ser um sinal de aneurisma da aorta – e você deve verificar.

Como o teste funciona

Segundo os pesquisadores, ser capaz de mover o polegar dessa forma pode indicar que o paciente tem ossos longos excessivos e articulações frouxas – sinais que podem indicar doença do tecido conjuntivo em todo o corpo, incluindo a aorta. Mas se você consegue, calma: nem todo mundo que pode fazer o movimento terá a condição. E também pode levar muito tempo – vários anos – para o aneurisma da aorta se romper.

"O maior problema na doença aneurismática é reconhecer os indivíduos afetados na população em geral antes que o aneurisma se rompa", disse o Dr. John A. Elefteriades, autor sênior do estudo e diretor emérito do Instituto Aórtico do Hospital Yale New Haven em Connecticut, nos Estados Unidos.

Principais resultados da pesquisa

O estudo demonstrou que a maioria dos pacientes com aneurisma não manifesta um sinal positivo na palma da mão, mas os pacientes que apresentam um teste positivo têm uma alta probabilidade de abrigar um aneurisma. O Dr. Elefteriades acredita que, embora o teste não seja uma ferramenta suficiente precisa para confirmar o diagnóstico, vale a pena ser incluído nos exames físicos padrão – principalmente para pacientes com história familiar de aneurisma da aorta.

“Divulgar o conhecimento deste teste pode muito bem identificar portadores de um aneurisma silencioso e salvar vidas”, acrescentou o médico.

Quem precisa ficar atento

O problema afeta predominantemente homens a partir dos 50 anos. Fumantes também possuem risco aumentado, pois o tabagismo é associado ao endurecimento das artérias. Dietas ricas em gordura e excesso de peso também aumentam o risco de rompimento dos vasos sanguíneos.

O diagnóstico preciso é feito por meio de uma ultrassonografia simples de abdômen, que leva cerca de dez minutos e procura por inchaço no vaso sanguíneo – que é o principal indicador de um aneurisma.

O cuidado Na média, apenas um quarto dos pacientes com rompimento de aneurisma da aorta sobrevive: metade morre antes de chegar ao hospital e, entre os que sobrevivem, apenas 50% passam pela cirurgia com vida.


Aneurisma da aorta: teste simples indica se você pode ter o mal