Google lança campus exclusivo para estudos de computação quântica

1 min de leitura
Imagem de: Google lança campus exclusivo para estudos de computação quântica
Imagem: Reprodução
Avatar do autor

A Google revelou nesta terça-feira (18) que abriu um campus voltado exclusivamente para o desenvolvimento de tecnologias e estudos para computação quântica. O complexo será localizado em Santa Bárbara, na Califórnia, onde ficarão os laboratórios de pesquisa de hardware e as próprias fábricas dos processadores quânticos.

O objetivo é construir um computador quântico em menos de uma década, para buscar soluções de problemas mundiais urgentes, como o uso de energias sustentáveis, e para garantir novas descobertas científicas.

Para isso, segundo a empresa, é preciso "simular a natureza com extrema precisão", o que não poderá ser feito com um computador clássico. Para isso, a Google está em busca de um sistema capaz de acelerar a descoberta científica e, com ele, garantir IAs de ponta, melhores baterias, medicamentos mais eficientes, entre outras.

GoogleA construção do computador deve contar com grandes marcos científicos (Reprodução/Google)

Planos

Um dos primeiros passos será focado na expansão da confiabilidade dos qubits físicos (bits quânticos). Para isso, o Google vai construir 1 milhão de qubits, que devem funcionar em conjunto para corrigir erros comuns de computadores convencionais. Atualmente, os sistemas comuns contam com cerca de 100 qubits e são considerados muito instáveis, por ter seus resultados afetados por questões de temperatura e movimento, por exemplo.

"Devemos construir o primeiro 'transistor quântico' do mundo - dois “qubits lógicos” corrigidos de erros realizando operações quânticas juntos - e então descobrir como ligar centenas a milhares deles para formar o computador quântico corrigido de erros", explica a empresa em seu blog. Segundo o Google, o computador quântico para correção de falhas utilizado atualmente para estudos tem o tamanho de uma sala.

Fontes