Dispositivo implantado no ouvido permitirá retomada da fala

2 min de leitura
Imagem de: Dispositivo implantado no ouvido permitirá retomada da fala
Imagem: Science Focus/Reprodução
Avatar do autor

A empresa britânica Earswitch Ltd está desenvolvendo um dispositivo para viabilizar a comunicação por pessoas que sofrem de condições neurológicas, cujo efeito tenha impedido ou dificultado sua capacidade de fala. Isso é possível graças a sua inserção na orelha que, após tencionar um pequeno músculo, controla um teclado virtual de computador.

O protótipo ganhou o nome “Earswitch” e foi projetado pelo Dr. Nick Gompertz em parceria com a Universidade de Bath (Reino Unido). Ele tem o funcionamento similar ao aparelho auxiliar utilizado por Stephen Hawking. No caso, o tensor do tímpano no ouvido interno — parte mais profunda do órgão —, poderá ser ativado com um sensor, o qual detectará o movimento intencional desejado para a fala e exibirá em uma tela.

“Quando eu era estudante de medicina, testemunhei pessoas perdendo a capacidade de usar os teclados com os quais confiavam para se comunicar. Sempre estive ciente da possibilidade de tencionar um músculo do ouvido e me perguntei se isso poderia ser usado para controlar esses dispositivos de comunicação. Descobri com sucesso como fazer acontecer”, disse Gompertz ao site Science Focus.

O dispositivo EarswitchO dispositivo EarswitchFonte:  Earswitch Ltd/Reprodução 

Dessa forma, a interface poderá ser empregada em pessoas com doenças do neurônio motor (MND) — enfermidade em células que determinam a atividade muscular voluntária — ou que sofreram acidente vascular cerebral. A tecnologia é descrita como um “novo clique de mouse invisível”, que previne o risco de transmissão de vírus, por não necessitar de um toque externo para funcionar.

“Avanços enormes estão sendo feitos em tecnologias assistivas para melhorar a vida de pessoas com doenças neurológicas. Devido à severa paralisia que ocorre com MND, abordagens novas e inovadoras são necessárias”, comentou Brian Dickie, médico da Motor Neurone Disease Association.

“Parece que o músculo tensor do tímpano pode permanecer funcional mesmo em estágios avançados dessa doença, então o Earswitch pode oferecer uma oportunidade completamente nova para dar às pessoas com MND maior controle sobre como vão se comunicar e viver suas vidas” completou.

Aparelho atuará no tensor do tímpano no ouvido internoAparelho atuará no tensor do tímpano no ouvido internoFonte:  Earswitch Ltd/Reprodução 

Além de sua função principal para o qual foi projetado, os desenvolvedores esperam no futuro incorporar o dispositivo para realizar outras ações silenciosas, “invisíveis” e de mãos livres. Dentre elas, tornar possível o controle de faixas de músicas e alterar o volume, ligar câmeras, atender ligações e estar em jogos de realidade virtual, bem como atuar no setor aeroespacial.

Para isso, buscarão o licenciamento para fabricantes de fones de ouvido e aparelhos auditivos. “Meu objetivo sempre foi ajudar as pessoas a se comunicarem. No entanto, além daquelas com problemas neurológicos, há potencialmente uma enorme aplicação para usar essa tecnologia em outras esferas — por exemplo, atender chamadas através de fones de ouvido ou pods enquanto se deslocam”, adicionou Gompertz.

Dispositivo implantado no ouvido permitirá retomada da fala