Nova variante do coronavírus é identificada no Rio de Janeiro

1 min de leitura
Imagem de: Nova variante do coronavírus é identificada no Rio de Janeiro
Imagem: NIAID-RML via AP/Reprodução
Avatar do autor

A Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro divulgou nesta quinta-feira (06) a identificação de uma nova variante da Covid-19 no estado. Segundo o estudo, a cepa P.1.2, como foi chamada, pode ser uma alteração da linhagem que surgiu em Manaus.

A nova variante foi identificada em 5,85% das 376 amostras analisadas. Os pesquisadores ainda não sabem se a P.1.2 é mais contagiosa ou letal que a sua antecessora. Segundo  a subsecretária de Vigilância em Saúde, Claúdia Mello, a cepa foi encontrada principalmente no norte do estado, mas também foram identificadas amostras com origens nas regiões Metropolitana, Centro-Sul e Baixada Litorânea.

“O sequenciamento é fundamental para verificar a incidência das novas cepas na população fluminense, e desta forma, antecipar possíveis cenários, com o intuito de minimizar os efeitos da pandemia no estado”, disse o secretário estadual de Saúde, Alexandre Chieppe ao G1.

Até agora, a cepa P.1 ainda aparece com maior frequência no estado, com 91,49% dos casos. As linhagens  B.1.1.7 e P.2 também foram identificadas, mas com proporção baixa, aparecendo em 2,13% e 0,53% respectivamente, nos pacientes infectados.

O estudo

Foram investigadas amostras de 57 municípios selecionados pelo Laboratório Central Noel Nutels. A pesquisa é financiada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj) e conta com a parceria do Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), do Laboratório de Virologia Molecular da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), do Lacen, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e da Secretaria Municipal de Saúde do Rio.

Fontes

Nova variante do coronavírus é identificada no Rio de Janeiro