(Fonte da imagem: Reprodução/Smithsonian)

Esqueça o que estão falando sobre 2012: o declínio da humanidade vai ocorrer em 2030. Pelo menos é o que afirmaram alguns cientistas do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts, Estados Unidos), em 1972. Isso mesmo, foi naquele ano que “The Limits of Growth” (“Os Limites do Crescimento”) foi publicado, mostrando uma série de previsões para o futuro da Terra.

Eles examinaram cinco variáveis muito importantes para definir o que aconteceria nos 60 anos que se seguiriam: população mundial, níveis de industrialização, poluição, produção mundial  de alimentos e esgotamento de recursos. E depois de vários cálculos, chegaram à conclusão de que a decadência começaria em 2030, devido principalmente à falta de recursos para toda a população.

Entendendo o gráfico

Como você pode ver no gráfico postado acima, até agora as previsões têm sido bastante acertadas. Para que você entenda melhor o que significa a imagem: a parte mais opaca significa a tendência histórica entre 1900 e 1970 (período analisado); a coluna cinza mostra duas situações (pontilhada e cheia, sendo previsão e realidade, respectivamente) e depois disso aparecem as previsões para o futuro, que mostram o declínio em 2030.

Isso não significa que a população mundial será dizimada. A verdade é que devido à escassez de produtos essenciais para a sobrevivência, muitos devem acabar perecendo. É possível que por várias gerações esta seja a tendência. As previsões do MIT não mostram se algum dia a quantidade de seres humanos vai voltar a crescer.

Cupons de desconto TecMundo: