Covid-19 pode causar sequelas irreversíveis, aponta estudo

1 min de leitura
Imagem de: Covid-19 pode causar sequelas irreversíveis, aponta estudo
Imagem: Pixabay
Avatar do autor

Por mais que ainda exista uma grande incógnita sobre as sequelas causadas pelo coronavírus, médicos e cientistas se unem para desvendá-las. Entre eles estão o médico cardiologista Dr. Roberto Yano e o neurocientista português Fabiano de Abreu.

Os dois escreveram um artigo científico publicado pelo International Journal of Development Research sobre os futuros problemas causados pela Covid-19.

Sequelas neurológicas

Para o neurocientista Fabiano Abreu, alguns problemas podem durar o resto da vida, como a perda de alguns sentidos. "Pacientes com Covid-19, mesmo recuperados, ainda sofrem com a mudança no paladar e olfato, que pode ser irreversível. Isso está relacionado à lesão causada, principalmente, nos neurônios sensoriais, primários", ressaltou Abreu.

Fabiano afirma ainda que a doença pode causar traumas em nossa capacidade cognitiva e preocupa-se principalmente com a saúde mental da população, que vive uma situação de pandemia pela primeira vez na vida.

Novo coronavírus pode causar sequelas permanentes nos seres humanosNovo coronavírus pode causar sequelas permanentes nos seres humanosFonte:  Pixabay 

Problemas cardiovasculares

“Com relação ao coração é irrefutável que, nos casos mais graves da infecção, exista uma probabilidade de ocorrer sequelas cardiovasculares, como insuficiência cardíaca, infarto e AVC”, disse o médico cardiologista Dr. Roberto Yano.

Segundo levantamento feito pela Universidade de Medicina de Washington, nos Estados Unidos, três em cada dez infectados pela Covid-19 apresentaram sequelas da doença por nove meses após a recuperação. A pesquisa mostrou que o mesmo aconteceu com pacientes que apresentaram sintomas leves e moderados da doença.

Covid-19 pode causar sequelas irreversíveis, aponta estudo