O que você não deve fazer após tomar a vacina contra covid-19

1 min de leitura
Imagem de: O que você não deve fazer após tomar a vacina contra covid-19
Imagem: Pfizer/Divulgação
Avatar do autor

Com a elegibilidade das vacinas contra o Coronavírus prestes a se expandir significativamente nas próximas semanas - e a vacina do Laboratório Pfizer/Biontech com o registro definitivo de uso para imunização no Brasil -, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos EUA divulgou um protocolo de vacinação da covid-19 e especificou o que não deve se fazer após tomar o imunizante.

A principal recomendação do CDC é que qualquer pessoa que receba uma vacina  para a covid-19 não tome outra - como a da gripe, por exemplo - por um período mínimo de 14 dias. Mesmo que pareça um cenário improvável, caso a pessoa precise receber outra vacina primeiro, é essencial esperar pelo menos duas semanas antes de receber a dose do imunizante para a covid-19.

Apesar disso, não há razão para desconfiar da proteção da vacina. A Pfizer, por exemplo, tem eficácia de 95% na prevenção da doença. Mesmo assim, segundo o protocolo, é preciso adotar uma abordagem cautelosa já que todas as informações ainda são muito recentes.

O CDC também recomenda que a pessoa mantenha todos os cuidados de higiene, uso de álcool em gel e distanciamento social alguns dias após receber a dose, já que o organismo só criará anticorpos após uma ou duas semanas depois da segunda aplicação.

Cenário atual

Vacinas para combater o Coronavírus já estão sendo distribuídas em todo o mundo. No Brasil, segundo consórcio de veículos de imprensa, quase 6 milhões de pessoas tomaram a primeira dose e 1.269.005 a segunda, num total de 7,25 milhões de vacinas aplicadas em no país. A expectativa é que a imunização cresça cada vez mais, dependendo das ações do Governo Federal.

O que você não deve fazer após tomar a vacina contra covid-19