Vacina contra covid-19 da Pfizer é 90% eficaz, aponta estudo

1 min de leitura
Imagem de: Vacina contra covid-19 da Pfizer é 90% eficaz, aponta estudo
Imagem: YouTube
Avatar do autor

Representantes das empresas Pfizer e BioNTech revelaram nesta segunda-feira (9) à BBC de Londres que uma análise preliminar feita com a primeira vacina contra o coronavírus mostra que ela é capaz de prevenir que mais de 90% das pessoas contraiam a covid-19.

Descrevendo o data de hoje como "um grande dia para a ciência e a humanidade", os desenvolvedores revelaram que as empresas irão solicitar a aprovação emergencial para o uso da vacina até o final deste mês.

O resultado faz com que a farmacêutica dos EUA e o laboratório alemão de biotecnologia, BioNTech, sejam os primeiros fabricantes de medicamentos a apresentar oficialmente o sucesso de um ensaio clínico em larga escala, em que 43,5 mil pessoas foram testadas em seis países, inclusive no Brasil.

Como funciona a vacina da Pfizer?

Cientistas pegam uma parte do código genético do vírus, o RNA, que orienta a produção de proteínas nas células, e o reveste em um lipídio para poder entrar dentro das células do corpo.

Fonte: Nature/ReproduçãoFonte: Nature/ReproduçãoFonte:  Nature 

Isto é injetado no paciente.

Fonte: Nature/ReproduçãoFonte: Nature/ReproduçãoFonte:  Nature 

A molécula biológica entra nas células e manda que elas produzam a proteína "spike" (aquele espinho) do coronavírus. Isso faz com que o sistema imunológico passe a produzir anticorpos e ative as células T, que irão destruir as células infectadas.

Fonte: Nature/ReproduçãoFonte: Nature/ReproduçãoFonte:  Nature 

Se o paciente tiver contato com o coronavírus, os anticorpos e as células T serão acionados para combatê-lo.

Fonte: Nature/ReproduçãoFonte: Nature/ReproduçãoFonte:  Nature 

O fornecimento da vacina

A aplicação da vacina é feita em duas doses, com intervalo de três semanas entre ambas. Os testes demonstraram que os 90% de proteção são alcançados sete dias após a segunda dose.

A Pfizer estima que sua capacidade de produção é de 50 milhões de doses até o final deste ano, e cerca de 1,3 bilhão até o final do ano que vem. Porém, há desafios logísticos, como a exigência de que a vacina seja mantida numa temperatura baixíssima de -80ºC.

Fontes

Vacina contra covid-19 da Pfizer é 90% eficaz, aponta estudo