Homer ficaria feliz com essa notícia. (Fonte da imagem: Reprodução Os Simpsons/ By Fox Broadcasting Company)

Quer perder peso sem precisar suar ou ir “para a faca”? Pesquisadores de um instituto de Boston encontraram um hormônio produzido durante a prática de exercícios físicos que até então havia passado despercebido pelos cientistas.

Embora ele ainda não tenha recebido um nome formal, o hormônio, que é secretado pelos músculos e regulado pela proteína PGC1-alpha, se mostrou ser exatamente o mesmo em ratos e em humanos. Com os testes nos roedores, foi possível comprovar que a substância é capaz de transformar células de gordura em compostos mais suscetíveis a serem queimados para se transformar em calor.

A experiência com os ratos foi feita induzindo-os a assumir uma dieta rica em gordura, para então ser possível perceber que os animais que receberam a injeção do hormônio tiveram um ganho de peso muito menor do que aqueles que receberam um placebo.

Contudo, embora provar a existência do hormônio seja fácil, o desafio está em explicar como as células de gordura podem gastar energia ao invés de acumulá-la. De acordo com Jan Nedergaard, um dos envolvidos na pesquisa, a explicação seria semelhante ao que sentimos quando estamos com frio. Em situações extremas (quando estamos tremendo), o corpo queima tais calorias para tentar manter-se aquecido e evitar a hipotermia. Algo parecido com o que o hormônio induziu nos testes.

A novidade foi encontrada na revista New Scientist de janeiro, contudo, ainda não há informações de quando devem começar os testes em seres humanos.

Cupons de desconto TecMundo: