Após o fracasso de uma missão a Marte, destroços da sonda russa Phobos-Grunt caíram na Terra no último domingo. Os fragmentos, em grande parte, mergulharam no Oceano Pacífico, mas uma boa parte do equipamento pode ter se chocado contra o estado de Goiás, na região Centro-Oeste do Brasil.

A Roscosmos, agência especial russa, acredita que a sonda se partiu em 25 partes ao entrar na atmosfera da Terra. O impacto estava originalmente previsto para acontecer no Oceano Índico, mas cálculos posteriores indicaram Madagascar, a Argentina e o Oceano Atlântico como possíveis pontos de impacto. No fim das contas, a Phobos acabou caindo sobre a costa chilena.

Especialistas da Roscosmos acreditam que a queda do equipamento não traz riscos ao planeta, mas pede à população das áreas próximas à colisão que não se aproximem de eventuais destroços que sejam encontrados. A Rússia também é obrigada a pagar uma indenização por danos decorrentes da queda dos destroços.

Cupons de desconto TecMundo: