Pesquisadores das universidades de Manchester e Bristol, em conjunto com o Sandia National Laboratories, acreditam ter encontrado um conjunto de compostos químicos que conseguem manter a Terra “resfriada”.

Os intermediários de Criegee, ou Bi-radicais de Criegee são poderosos oxidantes que enfrentam poluentes pesados, como o dióxido de nitrogênio e o dióxido de enxofre, ambos produzidos por combustão. Por conseguir combater esses gases eles são considerados como importantíssimos agentes com capacidade de limpar a atmosfera de forma natural.

Como o experimento foi feito 

Para detectar os Intermediários de Criegee os cientistas utilizaram um equipamento desenvolvido especialmente para o projeto que funciona com uma luz de síncroton de terceira geração.

Utilizando a capacidade de ajuste de níveis e intensidades de luz da aparelhagem, foi possível aos pesquisadores detectar a formação de moléculas que continham os mesmos átomos, mas em combinações diferentes.

Estudo sendo realizado (Fonte da imagem: Reprodução/ Daily Mail)

Com isso, eles perceberam que os Intermediários de Criegee reagem muito  rapidamente, acelerando a formação de nitratos e sulfatos na atmosfera – que culminam na formação de aerossóis e nuvens, capazes de resfriar o planeta. 

Segundo declarou um dos cientistas pesquisadores, estas recentes descobertas trazem grande impacto no entendimento da velocidade e também da capacidade de trabalho de oxidação da atmosfera.

Apesar de a teoria dos Intermediários de Criegee ser conhecida desde a década de 1950, somente agora os estudiosos conseguiram detectá-los de forma experimental. Dessa forma, o trabalho traz muitas esperanças no sentido de se encontrar uma solução para o aquecimento global e o combate à poluição em todo o planeta.

Cupons de desconto TecMundo: