Mesodinium rubrum: espécie que se torna um híbrido de animal e planta (Fonte da imagem: Fisheries and Oceans Canada)

Foi descoberta em Nivå Bay, Dinamarca, uma forma de vida bastante curiosa. Seu nome é Mesodinium chamaeleon, um organismo unicelular e ciliado que, como os outros membros de sua ordem, usa seus cílios para locomoção e alimentação. Até aí tudo normal, mas o curioso é o fato de que as várias espécies de Mesodinium encontradas agregam outros microrganismos em seus corpos.

Quem encontrou a novidade foi um grupo de cientistas da Universidade de Copenhague, também na Dinamarca, liderados por Øjvind Moestrup. De acordo com a publicação do NewScientist, o M. chamaeleon se junta com algas para formar um novo tipo de organismo, híbrido, que vive de forma mutualista: enquanto as algas fornecem açúcar ao ser ciliado por meio do processo de fotossíntese, os Mesodinium ajudam protegendo-as e carregando-as para outros lugares.

A postagem no site especializado em ciência garante que esse tipo de ser híbrido é, ao mesmo tempo, animal e planta, principalmente pelo fato de não digerir a alga de forma instantânea, como fazem organismos do tipo animal. Nele, as células da planta englobada permanecem inalteradas durante semanas.

Para exemplificar melhor ainda, é citado o caso do Mesodinium rubrum, que agrega apenas algas vermelhas e jamais se separa delas enquanto vive. O M. chamaeleon, ao contrário, digere as algas depois de algumas semanas e chega até a mudar de cor, tornando-se verde ou vermelho, de acordo com a alga que carrega.

Cupons de desconto TecMundo: