Vacina contra covid-19: testes de Oxford são suspensos

1 min de leitura
Imagem de: Vacina contra covid-19: testes de Oxford são suspensos
Avatar do autor

Nesta terça-feira (08), a vacina contra a covid-19 que está sendo desenvolvida pela AstraZeneca e pela Universidade de Oxford teve seus testes suspensos. No Brasil, a mesma vacina está sendo avaliada em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

A pausa no processo aconteceu após um paciente apresentar reações adversas no Reino Unido. De acordo com o site Stat, um porta-voz da AstraZeneca disse em comunicado que o "processo de revisão padrão da empresa acionou uma pausa na vacinação para permitir a análise dos dados".

A empresa não detalhou qual foi a reação adversa da vacina, mas fontes familiarizadas com o assunto disseram que o paciente está se recuperando. O porta-voz descreveu a pausa como "uma ação de rotina que deve acontecer sempre que houver uma doença potencialmente inexplicada em um dos testes". Ele também disse que a empresa está "trabalhando para agilizar a revisão do evento único para minimizar qualquer impacto potencial no cronograma do teste".

Ainda não se sabe em qual fase dos experimentos a reação adversa apareceu, mas o Reino Unido, assim como o Brasil, já estava rodando a fase 3 do ensaio clínico. Considerada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como um dos projetos mais promissores até o momento, a fase 3 da vacina de Oxford é a última etapa de testes em seres humanos para determinar sua segurança e eficácia.

Fontes

Vacina contra covid-19: testes de Oxford são suspensos