As marcações em vermelho indicam o excesso de mercúrio. (Fonte da imagem: EurekAlert)

Quando o assunto é extinção em massa, imediatamente nos lembramos daquela que dizimou os dinossauros, certo? Mas o planeta já passou por muitos outros fenômenos parecidos, sendo que a mais devastadora aconteceu há 250 milhões de anos, acabando com quase todas as espécies marinhas existentes na época.

De acordo com o EurekAlert, um grupo de cientistas canadenses desvendou o que causou essa extinção: o mercúrio. A descoberta é surpreendente, já que a substância, que é tóxica, era um elemento bastante presente no ambiente daquela época, recheado de erupções vulcânicas.

O que os cientistas descobriram foi que os níveis estavam altos até mesmo naquele cenário, fazendo com que a terra e principalmente os oceanos tivessem uma taxa elevada e perigosa de mercúrio, intoxicando boa parte da vida no planeta. A extinção marcou o fim do período Permiano e eliminou espécies como os trilobites.

Cupons de desconto TecMundo: