(Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)

Você se lembra das aulas de ciência e do processo de fabricação de mel? As abelhas ingerem o néctar de flores e então realizam um processo químico que transforma isso em uma gosma adocicada. O sabor do mel depende diretamente das propriedades da planta utilizada no processo, por isso existe uma grande variedade de sabores.

E quando a flor utilizada pelas abelhinhas é tóxica, o que acontece com o mel produzido? O doce também fica tóxico, podendo causar uma série de efeitos indesejados. Em épocas remotas da civilização, este tipo de substância era utilizado como alucinógeno (há relatos de que os romanos o utilizavam em festas).

Mas os efeitos colaterais têm sido piores nos últimos tempos. Segundo o Gizmodo, já foram confirmados alguns casos de intoxicação forte com o “mel maluco”, como é conhecido o mel produzido a partir de néctar de Rododrendo. Um casal na Turquia teve de ser internado às pressas após ingerir grandes quantidades do mel em seu casamento.  Eles alegavam fortes dores no peito e pressão arterial muito baixa. 

Cupons de desconto TecMundo: