Pentágono quer lançar a sua própria estação espacial experimental

1 min de leitura
Imagem de: Pentágono quer lançar a sua própria estação espacial experimental
Imagem: Sierra Nevada Corporation/Divulgação
Avatar do autor

O Departamento de Defesa dos Estados Unidos está trabalhando silenciosamente no lançamento da sua própria estação espacial, que seria utilizada para a realização de diversos experimentos em órbita. A informação foi revelada pelo site The Drive.

Segundo a publicação, no último dia 14 o Pentágono assinou com a Sierra Nevada Corporation (SNC) um contrato que prevê a transformação de uma pequena nave de carga em uma miniestação espacial experimental. O equipamento vem sendo desenvolvido pela empresa desde 2016, com o objetivo de ser um veículo de transporte para reabastecer a Estação Espacial Internacional (ISS).

Agora, o acordo prevê adaptações no design original da nave, chamada Shooting Star, para que ela se torne um posto avançado orbital não tripulado. Com as mudanças, ela seria capaz de apoiar diversos tipos de missões de pesquisa e desenvolvimento, operações e treinamentos.

O protótipo da estação está em construção.O protótipo da estação está em construção.Fonte:  Sierra Nevada Corporation/Divulgação 

Haveria até mesmo a possibilidade de missões tripuladas na estação experimental, de acordo com o veículo, caso o Pentágono deseje, embora o projeto original não descreva isso. “As possíveis aplicações para o Shooting Star são realmente infinitas”, comentou o CEO da SNC Fatih Ozmen, em comunicado divulgado pela empresa do setor aeroespacial.

Protótipo em desenvolvimento

O protótipo da embarcação criado pela SNC possui 4,8 metros de comprimento e capacidade para transportar em torno de 4,5 toneladas de carga. O transporte pode ser feito tanto no compartimento interno pressurizado quanto em equipamentos anexados à parte externa.

Há ainda duas matrizes de painéis solares capazes de gerar até 6 quilowatts de energia a bordo e seis propulsores que permitem a realização de manobras para ajustar sua órbita, de forma independente. A primeira missão de demonstração da nave deve acontecer em 2021, levando-a até a ISS.

A versão adaptada para o Pentágono poderá ser utilizada nas operações em várias órbitas ao redor da Terra e também no espaço entre o planeta e a Lua.

Pentágono quer lançar a sua própria estação espacial experimental