Neuralink vai enviar músicas para o cérebro, diz Elon Musk

1 min de leitura
Imagem de: Neuralink vai enviar músicas para o cérebro, diz Elon Musk
Imagem: Unsplash
Avatar do autor

A startup Neuralink pretende desenvolver um dispositivo capaz de transmitir músicas diretamente para o cérebro do usuário, segundo Elon Musk. A informação foi divulgada através da conta do CEO no Twitter, onde ele também postou que a tecnologia "poderá ajudar no controle dos níveis hormonais e usá-los a nosso favor (melhorando habilidades e o raciocínio, aliviando a ansiedade etc.)".

Desde sua criação, em 2016, a Neuralink organizou apenas uma apresentação para explicar o funcionamento da tecnologia ao público. O evento ocorreu em 2019 e, na ocasião, Musk disse que a startup estava trabalhando em um dispositivo parecido com "uma máquina de costura" que iria estabelecer uma conexão entre o computador e o cérebro humano.

Aplicações médicas

Segundo o empresário, a tecnologia poderia ser utilizada para ajudar pessoas com doenças cerebrais, como o Mal de Parkinson. No começo deste mês, Musk também revelou que o chip será capaz de curar vícios e depressão, reprogramando as partes do cérebro responsáveis por essas questões.

No entanto, ele ressaltou que o grande objetivo da criação é possibilitar que os humanos se aproximem das tecnologias artificiais avançadas.

Inserção do chip

a  Neuralink/Divulgação 

O processo de inserção do chip será semelhante à cirurgia ocular a laser (também conhecida como LASIK ou ceratomileuse local assistida por laser) e, portanto, menos invasiva do que o método tradicional de implante cerebral.

Para tanto, o procedimento contará com um robô neurocirúrgico que irá fazer pequenos orifícios de 2 mm no crânio com laser. Através desses orifícios, eletrodos do tamanho de um fio de cabelo vão conectar o cérebro a um dispositivo com tecnologia Bluetooth localizado atrás da orelha.

Nesse sistema, um único cabo USB-C fornecerá "fluxo de dados de largura de banda total" ao órgão, segundo uma pesquisa de Elon Musk que foi publicada na revista bioRxiv em agosto de 2019.

A startup já testou a tecnologia em animais, e os testes em humanos estão previstos para este ano. Segundo o empresário, novas informações sobre o projeto serão divulgadas em 28 de agosto.

Neuralink vai enviar músicas para o cérebro, diz Elon Musk