Fãs de terror estavam mais preparados para a pandemia, diz estudo

1 min de leitura
Imagem de: Fãs de terror estavam mais preparados para a pandemia, diz estudo
Imagem: IMDb/Reprodução
Avatar do autor

Os fãs de filmes de terror estavam melhor preparados para lidar com a pandemia do novo coronavírus e toda a crise provocada por ela. É o que sugere um novo estudo publicado na última segunda-feira (29), por psicólogos da Universidade de Chicago, nos Estados Unidos.

No estudo, a equipe da universidade americana aplicou um teste de personalidade que apontou os aficionados pelo gênero mais assustador do cinema como os menos perturbados psicologicamente pelos eventos relacionados à covid-19. As pessoas classificadas como “curiosamente mórbidas” sobre assuntos desagradáveis tiveram o mesmo resultado.

A pesquisa não esclarece os motivos para tal, mas a descoberta sugere que os apaixonados por uma trama aterrorizante possam estar mais bem preparados para se manterem positivos enquanto o pesadelo da pandemia se desenrola ao seu redor.

Cena de Sexta-Feira 13, Parte 6.Cena de Sexta-Feira 13, Parte 6.Fonte:  IMDb/Reprodução 

Em entrevista à New Scientist, o psicólogo da Universidade de Chicago Coltan Scrivner afirmou que os admiradores do terror relataram menos estados mentais negativos em relação à crise da covid-19, no estudo. Segundo o pesquisador, isso dá a entender “que talvez com o terror se tenha uma regulação emocional”. Ele usou sua própria experiência para explicar, dizendo que assistir a filmes de terror o permitiu ter medo e "depois conquistar esse medo".

Otimismo dos fãs de terror

A publicação ouviu também a pesquisadora da Universidade de Pittsburgh Margee Kerr, que não participou do estudo. Para ela, o principal ponto da pesquisa é entender o motivo subjacente pelo qual os fãs deste tipo de produção parecem mais otimistas.

"É uma questão de ter aprendido uma melhor regulação emocional através da exibição de filmes de terror ou eles são de alguma forma melhores na regulação emocional para começar?", questionou Kerr.

Por enquanto, ela prefere esperar a revisão do estudo para tentar responder a esta dúvida.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Fãs de terror estavam mais preparados para a pandemia, diz estudo