NASA quer construir radiotelescópio em cratera na face oculta da Lua

1 min de leitura
Imagem de: NASA quer construir radiotelescópio em cratera na face oculta da Lua
Imagem: Social Underground / Reprodução - http://socialunderground.com/
Avatar do autor

NASA está trabalhando no desenvolvimento de um projeto que contempla a construção de um radiotelescópio no interior de uma cratera no lado oculto da Lua. Batizada de Lunar Crater Radio Telescope – ou LCRT –, a iniciativa foi proposta por cientistas do programa NIAC (sigla de NASA Innovative Advanced Concepts ou Conceitos Avançados e Inovadores da NASA em tradução livre) e já recebeu sinal verde para a implementação de sua Fase 1.

Caça-ETs

De acordo com o pessoal da NASA, a construção de um radiotelescópio na face oculta da Lua ofereceria uma série de vantagens com relação aos dispositivos que existem tanto aqui na superfície da Terra, como aos que se encontram em órbita ao redor do planeta. Isso porque a ionosfera terrestre reflete boa parte das frequências que chegam até nós, interferindo bastante nas observações e limitando o alcance dos equipamentos – que só conseguem registrar determinada gama de comprimentos de onda.

Esboço do projetoEsboço do projetoFonte:  NASA / Reprodução 

Segundo a NASA, instalar um radiotelescópio no interior de uma cratera lunar no lado oculto ajudaria a contornar esse problema, já que a própria Lua ajudaria a bloquear interferências vindas da Terra e funcionaria como um escudo de proteção contra emissões e ruídos – originárias da atmosfera terrestre ou de satélites em órbita ao redor do planeta, por exemplo. Além disso, mesmo quando a Terra se encontrasse alinhada entre a Lua e o Sol, durante a noite lunar, a nossa companheira ajudaria a obstruir emissões vindas do Astro-Rei.

Isso, por sua vez, permitiria que o radiotelescópio pudesse capturar comprimentos de onda ultralongas, entre os 10 e 50 metros – ou na faixa de 6 a 30 MHz de frequência –, algo que não foi realizado ainda e provavelmente promoveria muitos avanços científicos e descobertas na área da cosmologia, além de dar uma mãozinha na busca por sinais de vida inteligente em outros planetas.

Construção com a ajuda de robôsConstrução com a ajuda de robôsFonte:  NASA / Reprodução 

Sobre o radiotelescópio propriamente dito, ele consistiria em uma rede de cabos que seriam instalados por robôs no interior de uma cratera medindo entre 3 e 5 quilômetros de diâmetro, e teria 1 km de diâmetro depois de montado – se convertendo no radiotelescópio com a maior antena circular de todo Sistema Solar. Não existem previsões de quando o LCRT será construído, mas será incrível ver uma ferramenta dessas em funcionamento!

Comentários

Conteúdo disponível somente online
NASA quer construir radiotelescópio em cratera na face oculta da Lua