Robô brasileiro pode atender infectados pela covid-19

1 min de leitura
Imagem de: Robô brasileiro pode atender infectados pela covid-19
Fonte: Alabia
Avatar do autor

Um robô que pode interagir com os pacientes contaminados pela covid-19 já está disponível para uso no Brasil. Ele pode auxiliar os profissionais da saúde no atendimento e contribuir para prevenir a contaminação pelo vírus.

Desenvolvido pela empresa Alabia, o robô conta com a mesma tecnologia utilizada recentemente nos hospitais da China, país onde a doença surgiu e teve dezenas de milhares de infectados. Por lá, ele se mostrou bastante eficaz no combate à proliferação do novo coronavírus, de acordo com a companhia.

Focados em evitar o contato entre contaminados e profissionais da saúde, os robôs da Alabia podem levar alimentos para os pacientes, entregar remédios e realizar diversas outras tarefas para ajudar no tratamento hospitalar, interagindo tanto com os casos suspeitos quanto com os confirmados.

O robô pode levar remédios e alimentos para os pacientes, além de transmitir informações.O robô pode levar remédios e alimentos para os pacientes, além de transmitir informações.Fonte:  Alabia/Divulgação 

Segundo o CEO da Alabia Paulo Teixeira, a ideia é usar a tecnologia para contribuir com as pessoas que estão arriscando a própria saúde para cuidar de quem está doente: “Nossa preocupação era ajudar, reduzindo os riscos que esses profissionais correm. Conseguimos desenvolver uma tecnologia que ajuda a diminuir o contato direto com esses pacientes, sem deixar de entregar um tratamento com qualidade”, disse o executivo.

Interface amigável e humanizada

Além de realizar atividades rotineiras e essenciais para o tratamento dos contaminados, os robôs também foram programados para oferecer conforto aos pacientes, apresentando uma interface amigável e humanizada.

De acordo com o executivo, eles têm as características mais humanas possíveis, começando por uma voz agradável. A máquina, que conta com sistema de inteligência artificial, também pode demonstrar cautela e preocupação com o paciente e transmitir diferentes tipos de informações.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Robô brasileiro pode atender infectados pela covid-19