Inteligência artificial ajuda a identificar hemorragia cerebral

1 min de leitura
Imagem de: Inteligência artificial ajuda a identificar hemorragia cerebral
Avatar do autor

Cientistas da Universidade da Califórnia desenvolveram um sistema que utiliza inteligência artificial para identificar hemorragias cerebrais com mais rapidez. A tecnologia trabalha com a análise de exames de raios X para identificar sinais de sangramentos no cérebro com precisão próxima à de profissionais humanos.

Esther Yuh, cientista da universidade, e sua equipe criaram um sistema de inteligência artificial que interpreta diversas imagens de raio X do cérebro para encontrar possíveis anomalias referentes a sangramentos. Caso alguém chegue ao hospital com sintomas ligados a hemorragias cerebrais, como concussão e tontura, uma tomografia é realizada para identificar o que pode estar acontecendo.

Tomografias analisadas pelo PatchFCN. (Fonte: Arxiv.org/Reprodução)

Normalmente, médicos podem encontrar dificuldades em identificar pequenos pontos nas imagens em preto e branco, comentou Yuh; por isso, seu time criou o software PatchFCN e o treinou com quase 4,4 mil imagens de tomografias. Depois disso, foram feitos testes em 200 imagens escolhidas aleatoriamente, e a inteligência artificial se saiu tão bem quanto quatro radiologistas.

A cientista explicou que o software pode ser usado não para substituir um médico, mas sim para auxiliar o seu diagnóstico, agilizando o atendimento, algo que pode salvar vidas, principalmente se tratando de hemorragias cerebrais. De acordo com Yuh, agora é hora de testar o software em ambiente real e comprovar que ele pode realmente ajudar a melhorar a performance dos médicos.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Inteligência artificial ajuda a identificar hemorragia cerebral