Cientistas desenvolvem extração de combustível limpo a partir do petróleo

1 min de leitura
Imagem de: Cientistas desenvolvem extração de combustível limpo a partir do petróleo
Avatar do autor

Cientistas da Universidade de Calgary, no Canadá, desenvolveram um método econômico de extração em larga escala de gás hidrogênio (H2) a partir de fontes de betume natural e de petróleo. O gás pode ser usado para alimentar veículos adaptados e gerar eletricidade, sendo considerado um combustível limpo.

A tecnologia foi desenvolvida pelos pesquisadores Jacky Wang e Ian Gates em parceria com a Proton Technologies Inc., que agora detém a patente do método. O trabalho foi apresentado na Conferência de Geoquímica Goldschmidt, que aconteceu durante a última semana em Barcelona e forneceu um procedimento promissor que une uma metodologia economicamente viável e sustentável.

Segundo os cientistas, a injeção de oxigênio nas fontes de petróleo e betume eleva a temperatura e provoca a liberação de H2, posteriormente separado por filtros. O processo é capaz de extrair hidrogênio de reservatórios existentes, e mesmo os campos abandonados ainda contêm quantidades significativas do combustível fóssil. Dr. Ian Gates lembra que "existem vastas reservas de areias petrolíferas em muitas regiões do mundo, com enormes áreas no Canadá, na Venezuela e em vários outros países".

Benefícios econômicos e ao meio ambiente

De acordo com o CEO da Proton Technologies, Grant Strem, a técnica pode gerar grandes volumes de hidrogênio, ao mesmo tempo que mantém as fontes de carbono no solo. Ainda segundo Strem, o custo para a produção do gás é inferior ao da gasolina, e cerca de 5% do H2 obtido é utilizado no sistema de produção do oxigênio aplicado na extração, de forma que o método praticamente se mantém. Além disso, o processo não envolve os enormes custos de purificação da refinação de petróleo.

O método é tão econômico quanto benéfico ao meio ambiente, uma vez que o único produto do processo é o próprio hidrogênio, sendo a tecnologia efetivamente livre de emissões de subprodutos poluentes. Assim, o transporte proveniente do H2 é eficiente e semelhante àquele que utiliza diesel e gasolina, mas o gás é um combustível limpo que não contribui com a agregação de carbono na atmosfera.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Cientistas desenvolvem extração de combustível limpo a partir do petróleo