Índia lança com sucesso o seu primeiro módulo lunar

1 min de leitura
Imagem de: Índia lança com sucesso o seu primeiro módulo lunar
Fonte: isro
Avatar do autor

A Índia lançou, nesta manhã, o seu primeiro módulo lunar que deve descer até a superfície do astro. Parte da missão Chandrayaan-2, a espaçonave deve passar o próximo mês na órbita  da Lua e depois, em setembro, aterrissar a fim de fazer estudos sobre o polo sul lunar.

A missão é uma continuação da Chandrayaan-1, que em 2008 colocou uma espaçonave na órbita lunar e enviou uma sonda para a Lua, esta trouxe confirmações a cerca da existência de gelo e água no polo sul do astro.

Se a missão for bem sucedida e a Índia pousar sua espaçonave na superfície da Lua, ela fará parte de um seleto grupo de países composto por EUA, Rússia e China que conseguiram o feito.

isro(Fonte: ISRO/Divulgação)

Missão

A Chandrayaan-2 irá passar um dia lunar na superfície do astro  o que representa 14 dias na Terra. O objetivo é pesquisar mais sobre o polo sul da Lua e descobrir quanto de água região abriga. Para isso, o veículo lunar pode viajar até 500 metros de distância de seu local de pouso.

Quando chegar a noite lunar, o veículo deve voltar a órbita e permanecer lá por até mais um ano  a noite na lua dura cerca de duas semanas e registra temperaturas de -130 ºC, frio que poderia ser prejudicial para tecnologia do foguete.

isro(Fonte: ISRO/Divulgação)

Com o plano da NASA de levar seres humanos de novo à Lua até 2022, a missão se torna ainda mais importante como meio de mapeamento.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Índia lança com sucesso o seu primeiro módulo lunar