Imagem de: Dragon Ball:  quanta energia Mestre Kame precisou para destruir a Lua?

Dragon Ball: quanta energia Mestre Kame precisou para destruir a Lua?

1 min de leitura
Avatar do autor

Em Dragon Ball, o Mestre Kame destruiu a Lua com um Kamehameha. Considerando que o poder do golpe deriva, integralmente, da energia que seu corpo produz ao digerir seu principal alimento, o arroz, precisamos calcular quanto ele precisou comer para gerar a energia necessária para despedaçar a Lua.

Você já reparou que, depois que ficamos adultos, começamos a questionar acontecimentos em filmes e desenhos animados que passavam despercebidos quando éramos crianças? Pois bem, nada mais justo que aplicarmos nossas teorias em Dragon Ball. Vamos calcular!

Encontrando a energia

Para destruir um corpo celeste, é necessário aplicar uma força suficiente para ele se desintegrar em pedaços e esses fragmentos não voltarem a se unir pela força da gravidade. No caso da Lua, ainda é preciso se certificar de que os fragmentos não têm lados maiores que um centímetro, senão, ao cair na Terra, eles causariam a extinção da vida por aqui.

Para facilitar o cálculo, imagine a Lua dividida em fatias verticais, fatias horizontais e também em camadas.

Fonte: Xataka

Além disso, é preciso fazer algumas considerações porque a Lua do anime possui as mesmas propriedades físicas da Lua que conhecemos. Posto isso, teríamos duas fórmulas: uma (F1) para calcular a força necessária para explodir a Lua em pedaços e outra (F2) para calcular a força necessária para afastar esses pedaços indefinidamente.

Vamos ao que interessa

Os cálculos anteriores nos dariam o resultado em Joules. Mas, seria muito mais legal mensurar isso em arroz. Digamos que o Mestre Kame consiga converter todas as calorias consumidas na energia vital produzida durante um Kamehameha: 100 gramas de arroz cru fornecem 365 calorias, sendo que cada Kcal vale 4.187 J.

Reunindo os dados das fórmulas que citamos antes e pegando o valor da produção mundial de arroz dos anos de 2014/15, que foi de 494,2 x 106 toneladas, então o Mestre Kame teria que comer 8,13 x 1018 toneladas de arroz, cerca de 16,5 bilhões de vezes a produção mundial.

No entanto, esse valor é muito alto, pois não precisamos separar os fragmentos infinitamente. Fazendo um novo cálculo usando a F2 com valores menores, assumindo um valor de força suficiente apenas para separar as partículas com eficiência, chegamos à conclusão de que o Mestre Kame teria que comer “apenas” 15,6 mil vezes a produção mundial de arroz.

Você encararia tanto arroz assim?

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Dragon Ball: quanta energia Mestre Kame precisou para destruir a Lua?