China lança embarcação capaz de lançar foguetes, mas não é para combate

1 min de leitura
Imagem de: China lança embarcação capaz de lançar foguetes, mas não é para combate
Avatar do autor

O que esperar quando uma das nações mais poderosas do mundo lança uma nova embarcação com capacidade de lançar mísseis? Problemas, não é mesmo? No entanto, podemos respirar aliviados. Para surpresa de muitos, “guerra” não é o objetivo do novo lançamento chinês: o unmanned semi-submersible vehicle (ou USSV).

A finalidade da embarcação, que dispensa a presença de tripulação, é para estudos climáticos. Lançado por cientistas, a embarcação semi-submersível irá monitorar o comportamento da vida marinha. Controlado remotamente, o dispositivo é mais eficiente que balões meteorológicos: mais versátil e preciso.

Trajeto de uma das viagens do USSV (imagem: TechCrunch)

A primeira ação do USSV foi o lançamento de um foguete de sondagem, composto por vários sensores. Com objetivo de observar as condições de uma enorme área.

A maior vantagem da nova embarcação é poder mudar sua posição sem precisar de tripulação. O que a torna perfeita para estudo de locais de difícil acesso (com clima muito instável, por exemplo). O motor é alimentado por diesel, o que dá uma autonomia de 10 dias para o veículo (cerca de 3 mil quilômetros).

“Nós estamos desenvolvendo uma nova geração de USSVs capazes de carregar vários sensores importantes para a oceanografia” — disse um dos autores do projeto Hongbin Chen. Então é possível que futuramente tenhamos uma rede de dispositivos controlados remotamente para monitorar regiões em todo o mundo.

Categorias

Comentários

Conteúdo disponível somente online
China lança embarcação capaz de lançar foguetes, mas não é para combate