Israel vai mandar primeira sonda para a Lua com financiamento 100% privado

1 min de leitura
Imagem de: Israel vai mandar primeira sonda para a Lua com financiamento 100% privado
Avatar do autor

Sejamos sinceros: desenvolver e botar em prática uma missão espacial para a Lua não é algo fácil, principalmente em função da estrutura e dos conhecimentos necessários para que seja possível chegar ao satélite natural do nosso planeta - isso sem falar nos custos da viagem, né? É por isso que, geralmente, as missões lunares são feitas por agências espaciais com apoio do governo. Mas e se pessoas comuns resolvessem tentar uma empreitada dessas por conta própria?

Pois é, este mês será atribulado para Israel: o país planeja ser a quarta nação a se aventurar em uma missão de aterrissagem lunar, e o projeto está caminhando graças ao apoio de um grupo sem fins lucrativos que está por trás do financiamento da missão. A sonda Beresheet, da empresa SpaceIL, fará parte da primeira missão para a Lua com financiamento privado e utilizará serviços da SpaceX. Segundo o jornal The Times of Israel, a SpaceIL era uma das participantes do programa Lunar XPrize, organizado pela Google. O programa acabou sem um vencedor, mas a equipe não se deixou abalar: em vez de desistir e investir em outro plano, o time continuou trabalhando em seu projeto, que finalmente ficou pronto.

Reprodução/BGR

Na verdade, a Beresheet apenas pegará carona no lançamento da SpaceX, que irá enviar um satélite de comunicação para orbitar nosso planeta. Depois que estiver  junto do satélite, ela dará algumas voltas ao redor da Terra, se aproximando cada vez mais da Lua até poder entrar em sua órbita com facilidade. Após alguns meses, a pequena nave deverá pousar em solo lunar.

Todo esse projeto é bastante impressionante, principalmente por estar sendo executado por um grupo particular de cientistas e engenheiros. Contudo, o objetivo deles é um pouco diferente do que estamos acostumados: nesse caso, a ideia é provar que uma missão para a Lua pode ser feita por um custo razoável. Acontece que a Beresheet não tem estrutura para durar muito tempo após chegar em solo lunar e também não possui equipamentos caros para explorar o lugar; contudo, mesmo que o hardware funcione por apenas por alguns dias, já é tempo suficiente para que a SpaceIL mostre ao mundo que, sim, a missão pode dar certo.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Israel vai mandar primeira sonda para a Lua com financiamento 100% privado