A era dos robôs está a cada dia mais próxima — seja com assistentes virtuais, bot, aspiradores portáteis inteligentes ou unidades que podem até fazer parkour. Fato é que já há milhares de tipos espalhados por aí e fica meio difícil ficar sabendo de todos os modelos, ou quais são os mais fofinhos e aterrorizantes no estilo Skynet.

Bem, na semana passada, a revista IEEE Spectrum — editada pelo Institute of Electrical and Electronics Engineers — lançou um guia para reunir toda essa crescente comunidade na página Robots, que atualmente lista 192 autômatos, incluindo celebridades como o Atlas, o SpotMini, o Pepper e outros que já servem como “empregados domésticos”, a exemplo do Roomba, do Da Vinci e do Curiosity.

São várias seções, com as mais novas adições, os que servem para “o seu lar”, os que se parecem com bebês e os que podem dançar, aqueles que podem te abraçar, entre outros.

robôsFonte: IEEE Spectrum Robots

Ao clicar nas miniaturas, é possível ver um perfil completo, com pequenas biografias, fotos e vídeos e mais detalhes sobre sua criação.

robôsFonte: IEEE Spectrum Robots

Visitantes escolhem o robôs mais esquisitos

Todos os perfis contam com uma avaliação, feita pelo próprio público, que pode classificar a aparência de “boa” para “assustadora”, se você teria vontade de tê-lo e quantas estrelas ele teria na sua preferência.

A partir daí, a página monta os rankings com os mais queridos e o mais aterrorizantes. O medonho Telenoid na está primeira posição dessa segunda classificação, um pouco à frente do CB2, que não deixa muito a desejar nesse quesito.

robotsO Telenoid é o campeão no quesito "assustador", de acordo com os visitantes da página. Fonte: IEEE Spectrum Robots

Até agora, especialistas parecem estar também se divertindo com a iniciativa, mas a ideia é de que esse “catálogo” venha desempenhar um papel importante para o futuro da robótica. "Este é o repositório que as futuras gerações de humanos e robôs vão olhar para trás com saudade", disse Rodney Brooks, cofundador da iRobot, a empresa por trás do Roomba.

robotsO aspirador inteligente Roomba está entre os queridinhos na plataforma. Fonte: IEEE Spectrum Robots

“Este catálogo tem o potencial de inspirar as crianças a aprenderem o pensamento computacional e a criação computacional, o que, por sua vez, fornecerá ferramentas para criar coisas surpreendentes no futuro”, acrescentou Daniela Rus, diretora do Laboratório de Ciência da Computação e Inteligência Artificial do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, em inglês).

Bem, tirando a parte que muitas crianças podem ter pesadelos com alguns desses robôs, é algo realmente interessante e útil para o setor. E aí, qual deles você achou mais fofinho ou assustador?