A Honda anunciou nesta semana que o seu icônico robô humanoide, o Asimo, não será mais desenvolvido pela empresa. Desenvolvido a partir de 1986, o simpático robozinho foi apresentado ao mundo em 2000 como o primeiro do mundo a caminhar utilizando apenas duas pernas.

De lá para cá, ele já ganhou diversas atualizações e a sétima geração, a última lançada até agora, chegou em 2011. A máquina lançada há sete anos e pesa 48 kg, mede 1,3 metro de altura e pode caminhar a uma velocidade de até 9 km/h. Desde então, muito se falou sobre uma nova versão aprimorada, porém, como fica claro com a notícia do encerramento do projeto, isso não acontecerá.

Engana-se, porém, quem acredita que isso significa um passo atrás para o desenvolvimento robótico da Honda. A empresa garante que a equipe responsável pelo Asimo continuará trabalhando no ramo e, a partir de agora, a ideia é utilizar a experiência e a tecnologia acumulada com o robozinho.

A intenção da Honda é redirecionar os seus esforços robóticos para criar máquinas com aplicações mais práticas, como auxílio fisioterapêutico para pessoas com problemas físicos e também utilização em projetos de transporte.