Um dos trabalhos mais importantes da carreira do falecido astrofísico Stephen Hawking foi com relação aos seus estudos sobre buracos negros — mostrando, em 1974, que, ao contrário da crença popular até aquele momento, eles emitem radiação. Agora, três meses depois de sua morte, aos 76 anos, sua família afirma que tem planos de lançar sua voz no espaço, mais precisamente… através de um buraco negro.

“A gravação é um gesto bonito e simbólico, que cria uma ligação entre a presença de nosso pai neste planeta e seu desejo de ir para o espaço — suas explorações do universo em sua mente”, dia a filha Lucy Hawking. Para isso, uma gravação de Stephen falando será digitalizada pelo compositor de música eletrônica Vangelis.

O destino espacial fica no sistema binário 1A 0620-00, que fica a 3 mil anos-luz da Terra. Ainda não se sabe exatamente quando e como essa transmissão vai acontecer. Contudo, nesta sexta-feira (15) muitos poderão dar mais uma adeus ao brilhante cientista, durante cerimônia fúnebre que acontece com suas cinzas na Abadia de Westminster, onde também descansam Charles Darwin e Isaac Newton.