Embora Elon Musk e sua SpaceX concentrem muito da atenção quando o assunto é a exploração de Marte, a NASA também tem planos de chegar ao Planeta Vermelho. A última novidade nos projetos da agência espacial do governo norte-americano envolve a criação de abelhas-robôs para mapear o astro.

Batizadas de Marsbees — junção das palavras em inglês para “Marte” e “abelha” —, elas estão sendo desenvolvidas em conjunto por uma equipe de pesquisadores no Japão e um grupo da Universidade do Alabama, nos Estados Unidos. Os testes iniciais sugerem que robôs com a dimensão aproximada de um zangão e asas de cigarra teriam capacidade de voar na superfície do planeta.

A última novidade nos projetos da agência espacial americana envolve a criação de abelhas-robôs para mapear o astro.

Os grupos já criaram robôs que conseguem flutuar na Terra e pretendem testá-los em uma câmara que simula as condições da atmosfera de Marte. A pesquisa está sendo financiada com os fundos de um programa da NASA criado com o objetivo de refinar esses conceitos de exploração espacial para saber se eles podem mesmo ser aplicados na prática.

Atualmente, a agência conta com o veículo Opportunity, que está há quase 15 anos operando em Marte, coletando informações sobre o planeta e as transmitindo para a Terra. No entanto, o robô tem a movimentação limitada, algo que pode ser solucionado com as Marsbees.