Nos últimos tempos, muito se comenta sobre lançamento de foguetes e futuras expedições para Marte, mas você já se questionou como os astronautas se pesam no espaço? Enquanto estão em missão, essa medida é importante — e não pelo mesmo motivo que nos pesamos por aqui, até porque nunca se falou em banquetes espaciais — porque a falta de gravidade causar perda de massa muscular e desmineralização dos ossos, o que os deixa mais frágeis.

Como é importante que as condições físicas dos astronautas sejam mantidas durante e após a missão, foram desenvolvidos aparelhos para que esses cuidados possam ser tomados, e eles não são meras adaptações das balanças que costumamos usar aqui na Terra.

balança espacial

O problema em se obter o peso dos astronautas no espaço é que a força gravitacional terrestre agindo dentro da espaçonave é imperceptível, mesmo estando próximo da Terra. Enquanto estão em órbita, eles permanecem em um estado semelhante a uma queda infinita, que causa a sensação de gravidade zero —por isso se chama microgravidade.

Existem várias formas de contornar essa situação, então mostraremos as utilizadas pelas duas nações precursoras do desenvolvimento espacial: EUA e Rússia.

balança espacial

Os americanos usam o que é chamado, em tradução livre, de equipamento de medição espacial da aceleração linear de massa (Space Linear Acceleration Mass Measurement Device), conhecido também pela sigla SLAMMD. Podemos imaginá-lo como um cavalo de carrossel, mas sem os cavalos fofinhos.

O astronauta se posiciona, inicia a operação, e o equipamento se movimenta menos de 1 metro horizontalmente, devido à existência de molas com coeficiente conhecido. Isso, aliado a uma câmera que mede a aceleração, gera informação suficiente para determinar a massa de forma satisfatória, aplicando a segunda Lei de Newton (força é igual à massa multiplicada pela aceleração).

Já os russos usam uma solução semelhante, com outro posicionamento da pessoa, deixando a medição mais simples e robusta. O princípio é o mesmo; contudo, em vez de usarem uma câmera para medir a aceleração, calculam o número de oscilações por segundo e, com isso, chegam ao valor da massa do astronauta.

Independente do equipamento utilizado, e por mais complicado que seja, é possível medir a massa com precisão suficiente para que a saúde dos astronautas seja preservada. Ainda bem!

Você já imaginou como um astronauta se pesa no espaço? via Mega Curioso

Cupons de desconto TecMundo: