Mais cedo nesta quinta-feira (22), a SpaceX lançou um Falcon 9 ao espaço para começar a colocar em prática o projeto Starlink, que pretende levar internet a todo o planeta. Depois do lançamento, no entanto, a empresa falhou ao tentar recuperar uma parte do foguete.

Foi a primeira vez que a SpaceX levou a campo o Mr. Steven, uma barcaça equipada com uma rede gigante criada para apanhar o “nariz” do foguete, um pedaço que não seria necessário no espaço, mas poderia ser reutilizado em projetos futuros da companhia.

Uma barcaça com uma rede.Foto de Mr. Steven publicada por Elon Musk no Instagram.

É um sistema diferente do que a SpaceX utiliza para recuperar os foguetes Falcon 9, já que essas peças não têm motores para controlar a descida. Elas dependem de um sistema que guia as partes pela atmosfera, além de pequenas estruturas semelhantes a paraquedas.

O erro foi de apenas algumas centenas de metros, o que deixou o CEO Elon Musk confiante para recalcular o tamanho necessário dos paraquedas e tentar usar Mr. Steven novamente. Embora tenha sido recuperada posteriormente, essa parte do foguete provavelmente não poderá ser reutilizada após o contato com a água do mar.