Cientistas do Centro para Nanomateriais Funcionais (CFN), nos EUA, encontraram uma maneira de melhorar drasticamente a transparência dos vidros, tornando-os virtualmente invisíveis. Para tal, os pesquisadores desenvolveram um método que grava formas em escala nanoscópica no material – o que, por sua vez, reduz a reflexão de sua superfície para quase zero.

Que diferença isso faria para nossas vidas (além, claro, de mais incidentes envolvendo portas de vidro e pessoas distraídas)? Bem, é só pensar no número de vezes que você teve problemas com reflexos causados na tela de sua TV, celular ou janelas. Com essa nova tecnologia, esse tipo de problema deixaria de acontecer, já que sua superfície reduz a mudança abrupta no índice de refração da luz ao passar de um material para outro (no caso, do ar para o vidro).

Para entender melhor a diferença que isso pode fazer, basta observar a imagem abaixo. À esquerda, temos um vidro nanotexturizado, enquanto à direita vemos um vidro comum; ambos, vale notar, estão expostos a iluminação, mas a nova tecnologia feita pelos cientistas continua praticamente invisível. Ficou impressionado? Nós também.

Comparação vidrosSe você não prestar atenção, mal vai ver o vidro nanotexturizado

Outro ponto interessante a ser notado é que o uso dessa tecnologia não precisa se limitar a reduzir incômodos com reflexos. Com ela, é possível aumentar a eficiência de conversão de energia das células solares (afinal, parte dela se perderia com a reflexão), bem como servir de um substituto para os revestimentos antirreflexo frágeis usados em lasers de alta potência.

Vale dizer, por fim, que os pesquisadores estão atualmente em busca de um parceiro interessado em levar o estudo dessa tecnologia para a frente. Vamos torcer que eles consigam, pois o potencial para um vidro que dá fim aos reflexos é enorme.

Cupons de desconto TecMundo: