A sociedade humana vem tirando autorretratos há décadas, mas esse tipo de foto só se transformou em “selfies” há alguns anos. De lá para cá, a prática virou essencialmente uma arte, sendo que milhares de instagramers e pessoas famosas tentam por horas fazer a selfie perfeita. Contudo, com a ajuda da ciência, esse pessoal poderá economizar um bom tempo e, mesmo assim, sair bem na foto.

Pesquisadores da Universidade de Waterloo, no Canadá, desenvolveram um algoritmo que basicamente ensina as pessoas a tirarem a melhor selfies possível. A ferramenta foi embutida em um app de câmera comum e orienta os usuários a agir de acordo com três variáveis: direção da luz, posicionamento e tamanho do rosto.

Assim, se seu rosto está aparecendo muito grande na foto, ele recomenda que você distancie a câmera e diz exatamente quando parar. Se seu rosto estiver estranhamente deslocado para um lado, ele recomenda que você se mova um pouco e, caso a luz do ambiente esteja atrapalhando, um alerta é emitido mostrando que aquela posição não é a melhor.

Para conseguir isso, os pesquisadores fizeram selfies de vários “modelos humanos virtuais” e colocaram essas fotos no Amazon Mechanical Turk, pelo qual milhares de pessoas votaram e escolheram as melhores fotos. Com essas informações, o algoritmo conseguiu entender a preferência dos usuários e, a partir disso, recomenda que as pessoas se posicionem de determinada maneira na frente da câmera.

No vídeo, você entente melhor como isso funciona e é possível ler a pesquisa completa em inglês a partir deste link.

Cupons de desconto TecMundo: